AlgoRitmos

AlgoRitmos
Imgem: https://www.mereka.my/vr-library-category/graphic-illustration-art/

Tem algo diferente se instalando nas nossas construções de saberes conduzidos por Algo…Ritmos diferentes…

Não sei de vocês mas, quem consegue ver, ler ou escutar tanta letrinha …???”

Juro que tenho uma lista infinita, já na data de hoje, de livros/ filmes e podcast que quero acessar o conteúdo mas já não consigo mais, até acelera o coração quando alguém diz que “preciso” ver aquele seriado, filme ou ler tal livro ou ouvir um mar de podcasts…

Eu tenho memórias celulares analógicas fortíssimas, de um tempo em que tudo que minhas referências indicavam eu conseguia consumir muito rapidamente.

Sigo comprando livros, pagando streamings e favoritando conteúdos por todas as plataformas, mas não consigo mais consumir na forma que fazia.

(tem horas que me pego desejando muito a cadeira do Matrix).

Mas vem acontecendo um fenômeno curioso por aqui, que adoraria saber se esta rolando por aí também.

Estou chamando de “algoritmo biodigital” e ele funciona mais ou menos assim:

“Um assunto entra no meu campo de interesse, começo a fazer perguntas para os buscadores digitais que me trazem conteúdos para curadoria, mas o curioso é que os livros e conteúdos físicos na minha casa também entram no AlgoRitmo.

Aqueles que adquiri e não consigo ler/ver estão por toda parte e de forma “aleatória- sincrônica” pego esses repositórios físicos e encontro partes da curadoria do tema em questão, em páginas não sequenciais.

Adicionada a essa dinâmica vem também o universo das pessoas, cujas vozes vem chegando até mim sempre no timing ideal, não incomum conversas e reuniões são adiadas e quando acontecem fica claro que não tínhamos todos os “dados” para o encontro acontecer de forma mais assertiva.

Sinto que a forma de adquirir conhecimento e saberes não está mudando só na velocidade e forma, está mudando também na essência…

Ainda não sei explicar direito o fenômeno, mas definitivamente tem Algo no Ritmo do “se educar” que já mudou e talvez os “downloads da nuvem”, já estejam rolando tanto no bio como no digital!

Comentários Via Facebook
compartilhe

Ligia Zotini Mazurkiewicz

Tem o dom de fazer pontes entre teoria e prática, apaixonada desde muito cedo por tecnologia e como ela irá levar a sociedade para um patamar mais humano, para isso ela hackeia burocracia de sistemas antigos onde quer que esteja. Viajante nas horas vagas gosta de explorar cada canto & encanto deste mundo.
Fechar Menu