O Que Aprendemos com Brené Brown no SXSW 2019

O Que Aprendemos com Brené Brown no SXSW 2019

Apoiar as comunidades com as quais nos preocupamos é realizar o trabalho. Mas em tempos de incerteza e turbulência, permanecer positivo e engajado pode ser especialmente desafiador.

Sabendo disso, a produção do South by Southwest (SXSW) colocaram Brené Brown como o oradora de abertura do #SXSW2019 para dar aos participantes a inspiração necessária para o trabalho contínuo de aliviar a dor em comunidades em todo o mundo.

Brown, professora e pesquisador da Universidade de Houston e autora dos best-sellers (Mais Forte Do Que Nunca, A Coragem de Ser Imperfeito e Eu Achava Que Isso Só Acontecia Comigo), reconheceu que com a crescente polarização de nossa cultura há uma pressão diária de ficar quieto para tentar apenas se dar bem.

Os livros de Brown e as palestras do TED sobre vulnerabilidade, vergonha e coragem criaram seguidores apaixonados por uma razão. Durante o painel, a cientista social fez discursos marcantes, cheios de humor, insights profundos, referências ao Texas e, é claro, vulnerabilidade.

“Estamos no deserto, é difícil”, disse Brown. “Você não pode pertencer quando está se traindo.” Antes de aconselhar a plateia sobre como navegar pelo território desconhecido, ela descreveu nossa cultura atual como “sozinho na solidão”, uma frase frequentemente associada à música Bluegrass, que retrata o que ela chama de “como soa a solidão”.

Veja alguns dos conselhos compartilhados pela especialista sobre vulnerabilidade, bravura e encontrar o caminho:

Como Lidar com o Ódio

É difícil odiar alguém quando você realmente começa a vê-lo, então Brown encorajou a multidão a “aproximar-se” e ver as diferenças se dissiparem. Ela citou como os moradores de Houston se uniram após o furacão Harvey, independentemente de crenças e origens (em sua própria vizinhança, quase 4 das 48 casas foram destruídas). Ela deu este conselho com uma ressalva: se as palavras ou ações de alguém desumanizam ou diminuem você de alguma forma, então não é seguro para você e não é o seu problema. “Não é nosso trabalho construir a mesa para que as pessoas possam se reunir”, disse ela, em grande aplauso. É importante criar seu próprio espaço seguro. Como exemplo, Brown, disse que quando ela sente que um passageiro homem em um avião vai ser questionador, ela diz a ele: “Eu estudo a vergonha e o patriarcado”. Eles então param de falar e vão direto para Candy Crush.

Diga Como é, simpaticamente! 😉

“Fale a verdade pra cacete, mas seja gentil”, disse ela. Desperdiçamos muita energia em emoções negativas. “Eu escolho ser civilizada, não para você, mas para mim. Você não tem o meu ódio, você não tem a minha saúde.” Para ajudar, ela compartilhou uma foto de um tweet de Alberto Brandolini: “A Assimetria da Besteira: a quantidade de energia necessária para refutar a besteira é uma ordem de grandeza maior do que produzi-la.”

Nós Precisamos um do Outro

Estamos conectados para conectar no nível mais básico. Brown pediu ao seu público que reconheça os momentos de alegria coletiva, como os concertos de música country, a vitória dos Astros World Series em 2017 e os jogos de Longhorn – bem como a tristeza coletiva. Ela contou uma história sobre dirigir na FM 1960 em Houston no dia em que o Ônibus Espacial Challenger explodiu em 1986. Os motoristas pararam em estado de choque ao ouvir as notícias no rádio. Brown descreveu como, quando eles recuaram na estrada, todos eles acenderam as luzes, como se estivessem em um cortejo fúnebre para os vizinhos da NASA.

A Ansiedade da Conferência é Real

Com a pressão em tudo, desde se divertir até encontrar os melhores food trucks para causar uma boa primeira impressão, o SXSW está cheio de minas terrestres sociais. Quando você está tentando se encaixar e não sendo fiel ao seu EU essencial, você sente vergonha. “Apenas seja você. Você irá se aborrecer em ser qualquer outra pessoa”, pediu Brown.

Todos Nós Precisamos de Townes Van Zandt

Não há melhor maneira de começar o SXSW do que com uma canção de Townes Van Zandt. Brown terminou sua conversa com todos em pé – mesmo aqueles na sala de transmissão simultânea – cantando “If I Needed You” do falecido cantor e compositor de Austin. Não há nada como ouvir mais de 2.000 vozes de todo o mundo cantando:

“Se eu precisasse de você, você viria a mim?
Você viria até mim e aliviaria minha dor?
Se você precisasse de mim, eu iria até você;
Eu nadaria pelos mares para aliviar sua dor.”


Video: Brown levanta os participantes do SXSW cantando “If I Needed You” de Townes Van Zandt. | Créditos: Imagens: S. Erler | Compositor: Townes Van Zandt | Letra da música If I Needed You © Katie Belle Music

Resumindo…

Mesmo durante esses momentos de raiva on-line, manchetes provocativas e vergonha frequente, há uma maneira de aparecer, manter-se útil e ter um sentimento de pertencer e conexão. Os resultados da pesquisa de Brown oferecem essas quatro práticas:

Prática Um: As pessoas são difíceis de odiar de perto. Mova-se.

Brown diz: “Quando eu puder ver parte da minha história em seus olhos, é quando nos conectamos.”

Prática Dois: Fale a verdade para cacete. Mas, seja gentil.

Verdadeira pertença e conexão requerem falar e permanecer em sua integridade.

Prática Três: Segure as mãos dos estranhos.

Para aliviar a dor, fique com as pessoas para que elas saibam que não estão sozinhas.

Prática Quatro: Costas fortes. Frente macia. Coração Selvagem.

Mantenha sua integridade. Ouça o seu coração. Seja você mesmo.


Fiquem ligados nas nossas mídias sociais pois estamos fazendo a cobertura, trazendo muitas novidades e tendências, além de nossas impressões através de lives e stories diretamente do evento pelo Instagram do @voicersoficial e da nossa voicer @ligia_zotini.

Teremos também o resumo do dia via plataforma Voicers (voicers.com.br), além de insights em Real Time via grupo do Whatsapp ➡️ (11) 98947-7294 📲

O Evento e a cobertura Voicers acontecerá de 8 a 17 de março. No que depender de nós estaremos juntos no festival! 🤘

Comentários Via Facebook
ReproduzirReproduzir
compartilhe

Leonardo Fernandes

No estilo Observar & Absorver, possui a mente sempre em construção. Um Jedi no design, inspira música & arte. No Voicers é nosso Produtor Multimídia & Creative.
Fechar Menu